Alternativas para instabilidade dos preços agrícolas

 

Contrato de opção de venda pode ser alternativa para a instabilidade de preços agrícolas

Imagem: Linkedin

 

A busca por alternativas para driblar a instabilidade de preços agrícolas é constante, pois além de ser fortemente influenciada por fatores como o clima e a sazonalidade da produção, a variação nos preços de produtos agrícolas se deve, principalmente, às condições de oferta e demanda. Por exemplo, se um produto é oferecido em menor quantidade ou simplesmente é mais requisitado, seu preço tende a aumentar. E se um produto é encontrado em larga escala nos mercados ou simplesmente tem seu consumo reduzido, seu preço tende a cair. Com o intuito de garantir o preço de venda e manter-se no mercado, os investidores têm buscado diferentes alternativas para a negociação de seus produtos. Confira a seguir 3 possibilidades para driblar a instabilidade de preços.

Hedge

O Hedge tem por objetivo proteger o investidor dos riscos de oscilações dos preços. Ele pode ser utilizado na proteção de ativos como moedas, ações e commodities. As operações de Hedge geralmente são efetuadas por meio da Bolsa de Mercadorias e Futuros, BM&F.

Contrato de opção de venda

O contrato de opção de venda, segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), nada mais é do que “uma modalidade de seguro de preços que dá ao produtor rural e/ou sua cooperativa o direito de vender seu produto ao governo, numa data futura, a um preço previamente fixado”. Essa alternativa protege o produtor e/ou sua cooperativa contra riscos de queda de preços.
Para investir no mercado de opção,  o produtor deve procurar um corretor credenciado pelas Bolsas, e o mesmo fará o cadastro do produtor e será responsável por fazer as negociações dos contratos em nome do produtor e para ter acesso ao contrato é preciso acessar o Sistema de Eletrônico de Comercialização da Conab, pois o leilão é realizado por meio deste, e então, o corretor faz os lances de acordo com o desejo do produtor rural e/ou sua cooperativa. Além disso, essa alternativa se torna interessante pelo fato de que o produtor pode optar por não realizar a venda do produto, o que o beneficia caso o preço de mercado esteja mais alto que o estabelecido no contrato.

Mercado futuro de ações

O mercado futuro de ações é onde são negociados os contratos futuros, que nada mais são do que termos de compromisso de compra e venda onde as negociações são feitas de forma com que o os investidores se comprometam a comprar ou vender uma determinada ação a um preço determinado previamente e em uma data futura, independe do preço de mercado (InfoMoney). Para que as operações ocorram, o investidor deve depositar uma margem correspondente ao riso da operação, visto que a transferência física das ações não é obrigatória quando se realiza uma liquidação no mercado futuro. Essa margem de risco da operação é definida e ajustada diariamente pela Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia, CBLC.

De maneira geral, o produtor deve estudar cada uma das opções e averiguar qual se adequa melhor a suas condições e seus objetivos antes de escolher uma alternativa para a oscilação de preços no mercado agrícola.

Fontes:
Companhia Nacional de Abastecimento. Contrato de opção de venda. Disponível em <http://www.conab.gov.br/OlalaCMS/uploads/arquivos/9f7587d8c3f8af18cb02f6bb48b72993..pdf>.
InfoMoney. Como funciona o mercado futuro de ações na Bovespa? Disponível em <http://www.infomoney.com.br/educacao/guias/noticia/272383/como-funciona-mercado-futuro-acoes-bovespa>.
TORORADAR. Hedge: o que é e como proteger seus investimentos. Disponível em < https://www.tororadar.com.br/blog/hedge-o-que-e>.